KPI - Como saber se uma estratégia está no rumo certo? - Blog | Blog | Agências3 - Agência de Publicidade Porto Alegre
up
Atendimento

BLOG

  • KPI - Como saber se uma estratégia está no rumo certo?

    Tags: Marketing, Rede Social, Agência S3, Facebook, Marketing digital, Dicas para site, Dicas para empresas, gerar leads

    No marketing digital, muito se fala em estratégias de conteúdo, criar materiais que sejam relevantes e que engajem o público. Porém, é importante verificar se o conteúdo que criamos é bom e se leva alguma benefício à nossa persona.

    Há diversas formas de se certificar se uma estratégia está indo bem ou não. E uma delas é através do KPI – Key Performance Indicators (ou traduzindo: indicadores chave de performance).

    Os KPI’s indicam se uma estratégia está no rumo certo e busca indicar resultados. Estão ligados aos objetivos, pois assim é possível medir a performance de cada um deles, tendo em mente que é importante escolher os indicadores certos para determinado objetivo. Um KPI precisa ser relevante, indicando se ele está de acordo com seu objetivo e se ele está sendo atingido.

    Na hora de escolher esses indicadores, é importante não tentar medir tudo, pois há uma grande quantidade de KPI’s e métricas a serem mensurados, e tendo muitos indicadores, torna-se muito mais fácil perder o rumo no meio de tantos números.

    Os indicadores escolhidos precisam ser simples de entender e fáceis de serem mensurados. De nada adianta pegar um número apenas por intuição se você não sabe como medi-lo e como determinados dados contribuem para que um objetivo seja atingido.
    Uma das principais questões que envolvem a mensuração de KPI’s e métricas é a periodicidade. Esses indicadores precisam ser acompanhados de tempos em tempos, o que pode variar de acordo com sua estratégia. O acompanhamento constante é o que permite entender se uma estratégia está no rumo certo e se o ROI está se encaminhando para o objetivo final.

     

    O que não é um KPI


    Um KPI pode ser um percentual ou um número. Assim, questões como autoridade, reconhecimento, felicidade do cliente, etc, não podem ser consideradas KPI’s, pois não podem ser mensuradas diretamente. Se pegarmos autoridade como exemplo, até pode ser mensurado, mas não diretamente, pois são uma série de métricas que envolvem sua medição e o que demonstra isso.
    Como alguns objetivos não podem ser mensurados diretamente, eles são traduzidos para KPI’s que estão ligados à eles. Por exemplo:
    - Reconhecimento: pode ser traduzido em visitas no site, menções da marca, maior nível de engajamento, etc.
    - Satisfação do cliente: pode-se considerar avaliações nas redes sociais, pesquisas de satisfação, índices de reclamações, etc.
    - Autoridade: preferência pela marca, menções em redes sociais, engajamento, etc.

    É importante ter em mente que uma análise precisa ser sustentada por números, que são o que melhor indicam a performance de uma estratégia e se a mesma está proporcional ao ROI a ser atingido. Os números não mentem!

     

    Tipos de KPI


    - KPI primário: esse é o tipo de KPI fundamental para qualquer objetivo indicando se o ROI está se encaminhando para o objetivo. A maioria das estratégias terão como KPI primário:


    • Tráfego;
    • Leads;
    • CAC (Custo de Aquisição por Cliente);
    • Receita por compra;
    • Receita total;
    • Taxa de conversão.

    - KPI secundário: esses precisam reforçar o que foi confirmado pelos KPI’s primários, indicando como aqueles resultados estão sendo atingidos. Podem ser eles: 


    • Tráfego no site/blog;
    • Número de assinantes da sua newsletter;
    • Origem do tráfego (refere-se à tráfego orgânico ou pago, se veio de redes sociais, newsletter, buscadores, etc.)
    • Custo por visita;
    • Custo por conversão;

    - KPI prático: serve para acompanhar dados mais detalhados sobre os KPI’s primários e secundários. Assim, se torna necessária a constante realização de testes e informações sobre comportamento do usuário, aquisição, jornada do cliente, etc.


    • Número de visualizações na página;
    • Visualizações por visita;
    • Taxa de rejeição;
    • Conversão por visita na landing page;
    • Conteúdos que geraram maior engajamento;
    • Novos visitantes e recorrentes;


    Os KPI’s citados aqui são apenas alguns dos principais que funcionam para uma grande quantidade de negócios. Porém, é importante relembrar que os indicadores podem variar de acordo com cada negócio e com cada estágio pela qual a sua marca e seus clientes estão passando.


    Likes são bons KPI’s?


    Como muitas pessoas usam likes e acreditam neles como indicadores, é importante responder logo que NÃO!

    Likes, se analisados individualmente, não são bons indicadores. É o que chamamos de métrica de vaidade, já que muitas pessoas buscam um grande número de curtidas ou seguidores, acreditando que apenas isso trará resultados para seu negócio ou apenas por ter um número grande e não por um objetivo concreto.

    Os likes só podem ser utilizados se forem analisados juntamente com outras métricas. Por exemplo: quantas vendas foram efetuadas que tiveram origem na sua página no Facebook? Como likes contribuem efetivamente para gerar negócio? Como eles estão contribuindo para que seus objetivos sejam alcançados

    Essas são algumas perguntas que podem serem feitas antes de verificar a importância dos likes e outra métricas e KPI’s dentro de uma estratégia.

    Relembrando: um bom indicador deve mostrar como um objetivo está sendo atingido. E é possível garantir que apenas likes individualmente não é um deles.


     

    • COMPARTILHAR:
    • Facebook
    • Twitter
    • Google+